Gladson Cameli lança programa de perdão de dívidas fiscais e diz que ajuda aos empresários visa geração de empregos

"Quero que vocês criem pelo menos vinte mil novos postos de trabalho", diz governador na solenidade

Por TIÃO MAIA, DO AMAZÔNIA AGORA em 21/01/2021 às 17:09:54

Programa foi lançado pelo governador na sede da Acisa, na presença de lideres empresariais como o presidente Marcelo Moura e outros dirigentes

O governador Gladson Cameli lançou na manhã desta quinta-feira 21/01, na sede da Associação Comercial do Acre (Acisa), em Rio Branco, o novo Programa de Refinanciamento Fiscal (Refis 2021), criado para incentivar as empresas e aquecer a economia local. De acordo com o programa, pessoas jurídicas terão 100% de descontos de juros e multas de dívidas junto ao fisco estadual. O lançamento foi feito diante de um público formado em sua maioria por empresários,

Microempresários, produtores rurais e pessoas físicas também poderão negociar os débitos, com benefícios que giram em torno de 84% de perdão da dívida. Também participaram do evento o vice-governador Major Rocha, o procurador-geral do Estado, João Paulo Setti; o presidente da Acisa, Marcelo Moura, além de presidentes de associações e representantes de sindicatos.

Romulo Grandidier, secretário de Estado de Fazenda, deiz que estão sendo perdoadas mais de R$ 200 milhões de dívidas fiscais

De acordo com o titular da Secretaria de Fazenda (Sefaz), Rômulo Gandidier, a estimativa é de que o Estado arrecade cerca de R$ 200 milhões durante o período em que vai vigorar o prazo para negociação e o mesmo valor posteriormente.

De 25 de janeiro a 26 de março, em todos os postos da Sefaz no Estado, será possível negociar os débitos e alcançar os benefícios que o programa oferece, explicou o secretário. "As empresas precisam crescer e o estado gerar riquezas. Quero parabenizar o senhor, governador, pela sua coragem. Nossa equipe vai a todos os municípios apresentar o programa, começando por Cruzeiro do Sul, na próxima terça-feira", anunciou.

Major Rocha lembrou que o Estado vem atendendo as demandas da classe empresarial desde o início da gestão e ratificou o bom relacionamento entre todos os setores. "Este é só o primeiro passo que nós damos. Aos poucos as pautas colocadas pela classe empresarial estão sendo atendidas", lembrou.

Responsável por avaliar a legalidade jurídica do plano, o procurador João Paulo Setti enfatizou que a gestão de Gladson Cameli vem ouvindo todos os setores. "O governo escutou o empresariado porque estamos perdoando, esse é o termo correto, cem por cento de multas e juros. Isso é uma lição sua, senhor governador, gerando um ambiente promissor", destacou.

Ao encerrar o evento, governador Gladson Cameli fez uma espécie de prestação de contas e pediu que o empresariado o ajude a criar empregos no Acre

Ao encerrar o evento, o governador fez uma espécie de prestação de contas dos atos de sua gestão nos últimos dias, com destaque para a questão da distribuição das vacinas. Mas, ao se dirigir especificamente aos empresários, pediu: "Quero que vocês gerem dez, vinte, mil empregos. Vamos dar as mãos. Vamos juntos virar essa página", conclamou.


Comunicar erro
aleac 04.02

Comentários