Câmara decide, por 364 votos a favor, manter o deputado Daniel Silveira na cadeia

Alan Rick e Mara Rocha são os deputados federais do Acre que votaram a favor da liberdade do parlamentar

Por TIÃO MAIA, DO AMAZÔNIA AGORA em 20/02/2021 às 07:04:28

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), que está preso num batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, vai continuar encarcerado. Em votação da Câmara dos Deputados encerrada na noite desta sexta-feira 19/02, os os parlamentares decidiram, em ampla maioria, mantê-lo preso.

Foram 364 votos a favor da manutenção da prisão, 130 contra e 3 abstenções. Para escapar da prisão, o deputado precisaria que 257 votos fossem contra o relatório da deputada Magda Mofatto (PL-GO), que defendeu a manutenção de sua prisão. O deputado está preso inicialmente por uma ordem emitida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na noite da última terça-feira 16/02. A prisão foi referendada no dia seguinte pelos demais ministros do Supremo, por unanimidade.

Alan Rick e Mara Rocha votaram a favor do deputado Daniel Silveira

Silveira, já investigado pelo STF no inquérito das chamadas Fake News e por atos antidemocráticos contra as instituições, é acusado de gravar e divulgar um vídeo desacatando os ministros, imputando-lhes falsas acusações, pedindo a cassação e destituição deles, além de defender o AI-5, o mais duro instrumento e repressão utilizado pela ditadura militar no país a partir do ano de 1968.

Antes da votação, autorizado pelo próprio Alexandre de Moraes a se manifestar da prisão por vídeo conferência, conforme votaram vários parlamentares em função da pandemia do coronavirus, Silveira se disse arrependido e até pediu desculpas. Seus pares, no entanto, entenderam ao contrário e ele teve pelo menos votos a mais do necessário para mantê-lo preso.

A votação foi em aberto, de forma nominal. Os deputados Alan Rick (DEM) e Mara Rocha (PSDB) votaram não ao relatório da deputada relatora – ou seja, contra manutenção da prisão. Jesus Sérgio (PDT), Leo de Brito (PT) e Perpétua Almeida (PC do B) votaram pela manutenção da prisão. Os deputados Flaviano Melo e Jéssica Sales (MDB) e Vanda Nogueira (Soliariedade) também. A Câmara é integrada por 513 deputados,

O deputado Daniel Silveira, além e continuar preso, agora deve responder a processo no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Ele deve ter o mandato cassado.


Comunicar erro
aleac 04.02

Comentários