Padre da Igreja Católica diz que quaresma é a fraternidade que une as religiões que pregam o amor

Mássimo Lombardi é o líder espiritual na Cidade do Povo, um dos mais violentos da Capital acreana, e defende as minorias, como índios, negros e a populaão LGBT

Por TIÃO MAIA, DO AMAZÔNIA AGORA em 23/02/2021 às 10:48:24

Papa Francisco e Mássimo mLombardi

O padre Mássimo Lombardi, que atua como líder espiritual na Cidade do Povo, região do segundo Distrito da e um dos mais violentos da Capital do Acre, defendeu, na manhã desta terça-feira 23/02, apoio à Campanha da Fraternidade do ano de 2021, anunciada pela Igreja Católica, com seus temas polêmicos. Disse o padre que a "fraternidade derruba o muro do racismo, do desemprego, da pobreza, da desigualdade, da discriminação"..

Segundo ele, a Campanha da Fraternidade " valoriza a mulher, respeita a população LGBT, defende a ecologia, os índios, os negros e as minorias. Marca presença ativa junto aos encarcerados, aprecia a diversidade", disse.

Para ele, a fraternidade anuncia uma religião libertadora, que promove sem ameaças nem falsas promessas. "Fraternidade suspende cultos e missas para defender a vida. Fraternidade une todas as religiões que pregam o amor", disse o padre. "Por isso, eu, com a minha Igreja, apoiamos a campanha da Fraternidade de 2021", acrescentou.

.

Comunicar erro
aleac 04.02

Comentários