Um raro caso de transmissão de gripe aviária para um humano foi registrado no sudoeste da Inglaterra. De acordo com as autoridades de saúde do país, a pessoa foi contaminada devido ao contato muito próximo e regular com um grande número de aves infectadas que mantinha em casa. O indivíduo passa bem, está isolado e não há evidências de que tenha transmitido a doença para outras pessoas.

Cepa H5N1

O vírus que infectou o indivíduo é do tipo H5 encontrado em pássaros, mas ainda não está claro se é a mesma cepa H5N1 que tem causado surtos recentes em aves que tiveram que ser sacrificadas. Por ser uma doença de notificação obrigatória, a Organização Mundial da Saúde foi informada pelas autoridades britânicas.

O Reino Unido registrou recentemente um grande número de surtos e incidentes de gripe aviária da cepa H5N1 em aves em todo o país. Algumas cepas podem passar de pássaros para pessoas, mas isso é extremamente raro. A transmissão entre humanos também é considerada muito rara.Criação de frangos

“Embora o risco de gripe aviária para o público em geral seja muito baixo, sabemos que algumas cepas têm potencial de se espalhar para os humanos e por isso temos métodos eficientes para detectá-las precocemente e agir”, afirmou Isabel Oliver, diretora científica da Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido. “Atualmente, não há evidências de que esta cepa detectada no Reino Unido possa se espalhar de pessoa para pessoa, mas sabemos que os vírus evoluem o tempo todo e continuamos a monitorar a situação de perto”, completou.