Nível da água subiu e deixou trecho do quilômetro 424 intrafegável desde essa quarta-feira (23). Motorista se arrisca ao atravessar trecho da BR-319 coberto pela água
Um vídeo mostra o momento em que um motorista se arrisca ao atravessar um trecho da BR-319 que ficou totalmente coberto pela água, nessa quarta-feira (23) – assista acima.
O nível da água subiu e se sobrepôs a uma ponte de madeira instalada no trecho, no quilômetro 424, no Amazonas. Até esta quinta-feira (24), ele ainda encontrava-se intrafegável.
O g1 solicitou um posicionamento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) sobre as providências adotadas, mas ainda não obteve resposta.
De acordo o presidente da Associação Amigos da BR, André Marsílio, o motorista que conseguiu atravessar o trecho, mesmo sob a água, contou com ajuda de um guincho que estava no local.
Desde então, não há informações sobre qualquer outro carro que tenha conseguido passar pelo local.
“A empresa já está no local na BR-319, esperando diminuir a água para poder fazer uma intervenção naquele trecho. Nós estamos esperando um retorno do Dnit, da empresa, para saber como vai ser feita a intervenção naquele trecho”, informou.
Grande parte da BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO), segue imprópria para o trânsito de veículos em meio a impasses ambientais e burocráticos.
São cerca de 900 quilômetros que separam Manaus de Porto Velho, uma distância que poderia ser percorrida em 12 horas de carro. Poderia…
O problema é que a BR-319 está, há mais de 30 anos, com problemas que dificultam ou até impedem o tráfego. A área mais crítica segue do quilômetro 250 ao 655, o chamado “trecho do meio”.
Os vídeos mais assistidos do Amazonas