segunda-feira, abril 22, 2024
Nacional

Moradores das zonas oeste e sul estão sem água em São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Moradores de Embu das Artes, Cotia e Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo, e de parte das zonas oeste e sul da capital afirmam lidar com falta de água desde a última sexta (10), em meio à onda de calor que atinge o país.

Em nota enviada à reportagem por volta das 19h desta segunda (13), a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) disse que o abastecimento segue de forma gradual após uma “manutenção emergencial no sistema Guarapiranga concluída na madrugada de sábado”.

Na capital, as regiões afetadas são Morumbi, Vila Sônia, Parelheiros, Jardim Ângela e Capão Redondo. Em Embu das Artes, falta água nos bairros Santo Eduardo, Vista Alegre e centro. Em Taboão, torneiras estão secas no Jardim Record e no centro, e em Cotia o local afetado é a Granja Viana.

Márcio Henrique Santos de Queiroz mora no Instituto Previdência, região da Vila Sônia, zona oeste paulistana, e reclama da falta de serviço e de informações por parte da Sabesp.

“Nesses dias de muito calor, não temos acesso ao mais básico. Impacta em tudo: para fazer comida, tomar banho, lavar roupa”, diz Queiroz.

O problema, de acordo com a companhia, não tem nenhuma relação com o apagão de energia que ocorreu após o temporal do último dia 3. Ainda segundo a Sabesp, o consumo elevado dos últimos dias deixa mais lento o reabastecimento.

“O consumo elevado em virtude das altas temperaturas está tornando a retomada do fornecimento mais lenta. A Companhia orienta aos moradores o uso consciente da água”, diz a Sabesp, em nota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *