segunda-feira, abril 22, 2024
Economia

Comissário para a UE defende teto de 3% para déficit fiscal na região

Comissário para Economia da União Europeia (UE), Paolo Gentiloni classificou como “razoável” o teto de 3% para o déficit fiscal dos países do bloco. Em entrevista à Bloomberg, Gentiloni disse que o avanço recente do déficit refletiu a resposta da região a uma sequência de choques macroeconômicos, entre eles a pandemia e as turbulências no setor energético resultantes da guerra na Ucrânia.

Gentiloni reconheceu que a inflação ainda é um desafio, mas disse esperar uma contínua estabilização dos preços.

“Temos uma situação que não é tão difícil como no ano passado”, comentou ele.

Leia Também: Segmentos defendem desoneração da folha e pedem sanção de Lula

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *