sexta-feira, abril 12, 2024
Esportes

Técnico da Colômbia diz não precisar de Arias como ‘espião’ porque ‘todos conhecem’ Diniz

O meio-campista Jhon Arias não poderá representar a Colômbia em duelo com o Brasil, nesta quinta-feira, porque terá de cumprir suspensão por ter recebido o segundo cartão amarelo. De qualquer forma, ele pode ser muito útil à sua nação, pois conhece bem o estilo de jogo da seleção brasileira, uma vez que é comandado por Fernando Diniz no Fluminense, mas o treinador da seleção colombiana, Néstor Lorenzo, não acha necessário ter o jogador como “espião”.

“Não quero que acusem o Jhon de espionagem”, afirmou o técnico, rindo, em coletiva de imprensa nesta quarta, ao lado de Arias. “Nós todos acompanhamos ele (Diniz) e conhecemos sua ideia de jogo, mas existem informações que servem para somar ou para levar em consideração quando precisa tirar uma vantagem tática”, completou.

Apesar da colocação do treinador, Arias revelou ter dado algumas dicas. “Desde que cheguei, venho colaborando. Conheço de primeira mão o professor Fernando, trablho com ele no dia a dia. Tenho certa noção do que é, do que pode acontecer, e coloquei tudo isso à disposição da seleção. Toda a informação que considero oportuna, necessária, eu compartilhei. Estamos em condições de fazer uma boa partida e conseguir a vitória.

Ao falar sobre o que esperar do embate com Diniz, o jogador do Fluminense disse acreditar que talvez o Brasil ainda não esteja totalmente ajustado à filosofia do técnico. “O tempo em uma seleção é mais curto que o tempo que temos com o Fluminense, mas, claramente, a ideia dele é a mesma. O professor Fernando é uma pessoa que gosta de ter o controle da partida, certo domínio com a posse de bola”, afirmou.

A opinião do meio-campista foi reforçada por Néstor Lorenzo, que, apesar disso, já vê a seleção brasileira como um time com estilo próprio. “Não tem tanto tempo de trabalho como necessita um treinador, mas já vem dando seu próprio estilo que o tornou campeão da América. O Brasil é uma equipe muito complicada de enfrentar, mas consideramos que a Colômbia também tem seus méritos”, comentou.

Colômbia e Brasil se enfrentam no Estádio Metropolitano Roberto Melendez, em Barranquilla, às 21 horas desta quinta-feira, pela sexta rodada das Eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo.

Leia Também: Eliminatórias: Diniz aposta em seleção renovada para voltar a vencer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *