sexta-feira, fevereiro 23, 2024
Política

Terceirizadas que não cumprem compromissos devem ser fiscalizadas, diz deputado

O deputado Fagner Calegário (Podemos) disse nesta terça-feira (26) na tribuna da Assembleia Legislativa que é impossível deixar passar o que está acontecendo com os terceirizados do Acre. No entanto, ele parabenizou o secretário de Saúde, Pedro Pascoal, que efetuou o pagamento do vale-alimentação na conta de um grupo que atua no Pronto Socorro.

 

O deputado lembra que o problema é maior e não está apenas na Saúde. “As empresas são sempre as mesmas e até quando a gente vai ficar vendo isso?”, disse, pedindo que os demais secretários assumam a questão que lhes cabe e façam o pagamento.

 

Ele quer mais fiscalização sobre as empresas que não efetuam o pagamento dos direitos dos trabalhadores.

 

“Uma pequena parte das empresas atuam sem responsabilidade com os trabalhadores, mas o governo tem sido passivo com elas”, disse o parlamentar, que voltou a reforçar que o governo deve mais de R$ 50 milhões para as empresas terceirizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *