sexta-feira, fevereiro 23, 2024
Política

Senado avança com Projeto de Lei para acabar com “saidinhas” de presidiários

No retorno das atividades legislativas neste ano de 2024, o Senador Alan Rick (UB-AC) celebrou um importante marco na luta contra a violência e a injustiça: a aprovação, pela Comissão de Segurança Pública do Senado, do relatório do Projeto de Lei (PL) que visa pôr fim às chamadas “saidinhas” de final de ano para presidiários.

O projeto, que ganhou destaque após o trágico assassinato do Sargento Roger Dias, morto com um tiro na cabeça por um presidiário durante uma dessas “saidinhas” de Natal no início deste ano, recebeu apoio unânime de diversos parlamentares comprometidos com a segurança pública.

Em uma declaração emocionada, o Senador Alan Rick revelou ter apresentado um requerimento com pedido de urgência para que a proposta seja levada diretamente ao plenário, visando garantir uma aprovação imediata e célere. “Não podemos mais tolerar a violência e a injustiça contra a população. Esta medida é uma homenagem à memória de milhares de vítimas, incluindo o Sargento Roger Dias, cujo trágico destino reforça a urgência dessa iniciativa”, afirmou o senador.

O Senador Márcio Bittar (UB-AC) também expressou sua satisfação com a aprovação do relatório, classificando-a como “mais um passo rumo ao fim dessa imoralidade”.

O assassinato do Sargento Roger Dias, ocorrido em Belo Horizonte, Minas Gerais (MG), no dia 25 de janeiro de 2024, foi um triste lembrete das consequências devastadoras das “saidinhas” de presidiários, ampliando ainda mais o apoio à urgente necessidade de reforma nessa área.

Com a aprovação do relatório na Comissão de Segurança Pública do Senado, a sociedade brasileira aguarda com expectativa a rápida tramitação do projeto no plenário, esperando que medidas efetivas sejam tomadas para proteger a segurança e a integridade de todos os cidadãos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *